Psiônica: Meditação, Empatia e Visão Remota

Atualizado: 16 de abr.


Meditação

Mas o que é tudo isso?

Todo mundo começa seu estudo de Psionismo por sua própria razão. Já ouvi de tudo, desde o desejo de pessoas “brigar” psionicamente a um desejo de obter poderes afim de realizar atos heroicos, ou ainda um anseio por uma maior compreensão de si mesmo e do universo. Agora que você já avançou a esse ponto e realizou várias façanhas é hora de refletir sobre suas razões para estar neste caminho e fazer algumas considerações para o seu futuro na Psiônica.

Em primeiro lugar, observe como o que tem feito até agora afetou você. Como é que as suas práticas de selecionar o futuro mudou a maneira de ver a si mesmo, aos outros e ao mundo ao seu redor? Através da técnica de seleção de futuro, de ter adquirido a capacidade de definir e redefinir cada uma dessas coisas, como as suas experiências mudaram suas ambições originais?


Em segundo lugar, é importante reconhecer a responsabilidade que vem com a prática de psi. Aqueles com sucesso no exercício anterior vão entender que transformar o mundo em torno de você vem em grande parte de transformar a si mesmo além de suas expectativas. Você deve considerar cuidadosamente cada ato psiônico que você executa, pois ao escolher agir desta forma você está literalmente redefinindo a si mesmo. Usar psi para atitudes más vai deixar sua marca em sua alma e os efeitos disso podem ser muito vastos. O mesmo pode ser dito de aplicações benevolentes. Escolha com cuidado.

Por fim, refletindo sobre os dois últimos fatores, é importante que você considere onde você está indo com suas práticas e reavalie seus objetivos com psi. Medite sobre este assunto e tente chegar a uma conclusão sólida. Você pode confirmar as suas ambições iniciais ou você pode encontrar novas. Tudo o que você encontrar, escolha com cuidado e sabedoria e, em seguida, em conjunto com a sua alma, forje um plano para tornar seus sonhos uma realidade.


Meditação

Vamos às práticas.

Aqueles de nós que já foram apresentados aos círculos psiônicos já devem ter ouvido o termo “exploração” (do inglês scanning). Enquanto as práticas variam de círculo para círculo, a definição e verdade subjacente permanecem. Para explorar é preciso descobrir informações sobre qualquer aspecto de qualquer coisa, agora, mais tarde ou antes aqui. Antes de nós podemos fazer a varredura, no entanto, temos de nos equilibrar, e sermos capazes de nos conectar com o que estamos a explorar.

Meditação Interior

Meditação Interior é uma prática que envolve conhecer a si mesmo, que é indiscutivelmente uma das peças mais fundamentais e mais valiosas a qualquer tipo de praticante. Conhecer a si mesmo e controlar-se abre o caminho para controlar tudo o que está externo a você.

Meditação Interior consiste de realizar a Meditação Focal tendo como foco a alma, ao invés da vela. É usada para fazer perguntas e entender a si mesmo, desta forma o levando a adquirir equilíbrio. Comece ficando relaxado, em uma posição confortável. Para realizar isso, em vez de começar direto com a Meditação Interior, é sábio começar com uma Meditação com a Vela. Uma vez que o próprio estado é alcançado, sentindo-se bem, calmo e concentração, o foco deve ser transferido para a alma. Como você deve ter realizado em Cineses, você deve ter um vago sentimento da alma. Se você se lembra disso, use-o. Se não, tente meditar sobre a vela e realizar cineses até que você possa sentir a alma firmemente. Ao meditar sobre a vela, lentamente se concentre menos na vela e mais em si mesmo e na alma, sob todos os seus pensamentos e sentimentos. Depois de ter mantido um ponto focal firme na alma, separar-se e simplesmente flutuar dentro do foco da alma.

Empatia ou Vinculação


Empatia

Visão Remota

O Processo de Vinculação

Se você estiver praticando desde o início das práticas psi aqui colocadas em conformidade com as nossas instruções, você já leu sobre o processo de Vinculação. Esta prática é fundamental em todos os escaneamentos e, ao mesmo tempo, ajuda imensamente para criar conscientemente um link para que se possa começar a prática do Escaneamento, sendo que cada vez que amadurecer em suas práticas, menos será necessário este processo. A ligação estabelecida é utilizada para transferir informações e para servir como uma âncora de conexão entre sua alma e o alvo. Enquanto está aprendendo a prática da Exploração, é sábio certificar-se de que uma ligação sólida é conseguida com o alvo para que os resultados sejam mais precisos e facilitar a Visão Remota. Eventualmente, um link será automaticamente conseguido durante um Escaneamento, mas até este ponto, é necessário passar um tempo até que se possa fazer uma ligação estável.

Realizando uma Exploração Psi


visaoremota

Sobreposição de Análise

A sobreposição da análise ocorre quando o cérebro tenta receber a informação e interpreta-la, ao invés disto ocorrer através de sua alma. Ao Escanear, sempre esteja vigilante para que a mente esteja sob seu controle e não o oposto, afim de que as informações sejam recebidas e não sejam deturpadas, não fujam de seu sentido original. Preconceitos devem ser evitados a todo custo e, se existir, deve ser a certeza de que eles não participarão da Exploração Psi. Se uma verificação for bem sucedida por causa de uma Sobreposição de Análise, ou seja, através do cérebro e não de sua alma, dedique alguns minutos para limpar sua mente e faça de novo a Visão Remota com foco na alma e não na mente.

Tal como acontece com todos os atos psiônicos, a dúvida deve ser mantida a um nível mínimo ou, de preferência, não existir. Se a confiança adequada é mantida e a fé está em um nível elevado, o sucesso é garantido.

#Exercícios #psiônica

5 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo