top of page

O que é a Fé para os Druidas?

Atualizado: 23 de mar. de 2022

O Druidismo é um caminho universal de luz. É a sabedoria de nossos ancestrais. Temos de voltar para a natureza e especialmente para a nossa própria natureza. É necessário viver uma Ressurreição espiritual, e para o Druidismo é função primordial auxiliar nesse caminho.


O mundo contemporâneo está de cabeça para baixo. Além dos conceitos mentais de Bem e Mal, que é uma visão subjetiva da realidade, existem as várias polaridades do universo diretamente relacionadas ao nível de alinhamento com as leis universais.

A polaridade negativa representa um baixo grau de alinhamento com as leis naturais.

A polaridade positiva representa um grau de alinhamento predominantemente alto e permanente com as leis naturais.


Em outras palavras, nosso PONTO de posicionamento na escala de polaridades depende diretamente de nosso alinhamento pessoal com essas leis universais.

Quanto mais descemos na polaridade negativa, mais regredimos espiritualmente.

Quanto mais nos elevamos na polaridade positiva, mais evoluímos espiritualmente em direção a mais divindade.


Temos a liberdade de escolha, no que concerne à nossa existência.

AUTODETERMINAÇÃO é a capacidade de fazermos as escolhas sobre a nossa própria existência e sua trajetória.


Infelizmente, muitos de nós estamos desconectados desse direito. Eles permaneceram conectados ao “espírito da colmeia”. É a substituição inorgânica da consciência.


A estagnação ou regressão espiritual não pode resultar em uma sensação de PAZ INTERIOR.


A paz interior só é sentida quando o ser humano vibra em uníssono com o movimento natural da vida, que é a EVOLUÇÃO.


A PAZ DE ESPÍRITO só pode vir de uma combinação interior entre os desejos de nossa alma e nossas ações na matéria.


É esse alinhamento entre corpo e alma que permite sentir a ALEGRIA e a PAZ interior que muitos humanos buscam na posse material.


Na realidade, ela só pode ser encontrada no ALTAR de seu CORAÇÃO, onde se encontra a sua própria conexão com DEUS.


Quando nossas orações vêm do coração e de uma vontade sincera de compreender o que estamos passando e de evoluir, podemos gerar uma poderosa energia criativa. A paz de espírito está diretamente relacionada ao grau de nossa FÉ.


E o que é FÉ para os Druidas?

A FÉ é simplesmente a capacidade de não cair na ilusão de um mundo desconectado de qualquer espiritualidade divina ou de qualquer agenciamento divino. Em outras palavras, a ilusão de um mundo baseado no acaso, na sorte ou no azar, sem inteligência superior impregnada de amor e infinita devoção à vida e à criação.

Até que um ser humano experimente sua conexão com o Incriado, ele não pode sentir isso em ninguém, nem em nada.


Quando compreendemos que temos a escolha de nos emancipar, rejeitando as estruturas de escravidão que nos foram impostas, individual ou coletivamente, é que seremos capazes de encontrar paz de espírito e, assim, realinhar-nos a uma visão mais espiritual da existência e ao nosso propósito de vida.


A própria natureza é espiritual, antes mesmo de se manifestar na matéria, desdensificando-se através das dimensões.


Se experimentamos insatisfação pessoal em alguma área de nossa vida ou mesmo em geral, é porque não estamos fazendo escolhas alinhadas com nossa expressão espiritual mais elevada. Não fazemos escolhas com base em nossos desejos profundos, aqueles de nossa consciência eterna, mas sim nos medos do ego e na necessidade de controle, para nos mantermos na ilusão de segurança.


A VERDADEIRA segurança é encontrada em nossa conexão com o Incriado e com as forças telúricas e cósmicas da vida.


Esta é a nossa proteção real.


Muitos de nós desenvolveram mecanismos de defesa para superar a existência impiedosa. E os filtros do ego não nos permitem ver certas falhas em nós mesmos.

Hoje temos a oportunidade de reconhecê-las com nossa maturidade de consciência e a sabedoria necessária para a nossa própria cura.


Esta CURA deve ser nossa prioridade hoje.


Somente a paz da alma atua em todas as dimensões do ser humano. Todo o resto age parcialmente.


RENASCER para si mesmo é aprender a ver com novos olhos, os da nossa alma e os olhos do Incriado…


Então, podemos voltar a perceber tudo como se tivéssemos acabado de nascer, como uma criança pura, que não veria mais a vida senão pelos olhos do sofrimento que ela traz consigo, vida após vida.


A verdadeira emancipação ocorre quando abandonamos o ego e abrimos caminho para a consciência pura, sem arquétipos, sem qualquer identificação.


Este renascimento e ressurreição se dão em estreita conexão com uma união com a natureza, redescoberta e dez vezes mais ampliada.


O ser humano, como o vemos hoje e como os Druidas sempre o viram, foi projetado para viver na Terra, e a consciência humana é feita para viver em osmose com a consciência da Terra.


Ressuscitar é realmente voltar à vida. Renasça! A evolução é um processo de ressurreição espiritual, individual e coletiva para a humanidade. É um retorno às leis naturais como realidades energéticas, na Terra como no céu.


Nessa etapa de ressurreição pessoal, precisamos colocar de volta no centro de nossas atenções a nossa própria cura, por meio do cuidado crescente consigo mesmo, pela atenção a cada momento e o reflexo de nosso desejo para o mundo…


Na realidade, não devemos procurar alcançar a subir nas estrelas fugindo da experiência humana. Devemos aprender a trazer o cosmos de volta, aqui para a Terra.

Podemos ressuscitar nossa verdadeira natureza e colocar o natural no centro da vida?

Que possamos aceitar a nossa humanidade, vendo-a novamente com os olhos do Incriado, que, por amor infinito à criação, contribuiu para a criação do nosso corpo, da nossa alma, dotados de incrível inteligência emocional, permitindo realizar a Vontade Divina na Terra.


Este é realmente o objetivo inato da humanidade e do druidismo.


Obrigada, de coração…

Claudine Bouchet

Grande Druidesa Korridwen Bod Koad /|\

cidecd France & cidecd Brasil

11 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page