O Imperador

Atualizado: 16 de mai.



Retirado do Tao Te Ching (*)

O sucesso e a desgraça vêm sempre acompanhados pelo medo. As honrarias e as calamidades, quando aderem a personalidade, são condições da mesma espécie.

O que queremos dizer com isso? A desgraça é estar numa posição mais baixa após haver sido elevado ao sucesso. Ao obtermos o sucesso temos medo de perdê-lo; e ainda quando de fato o perdemos, tememos calamidades ainda maiores. É isto que queremos dizer ao afirmar: “O sucesso e a desgraça vêm sempre acompanhados pelo medo”.

E o que queremos dizer com “aderir a personalidade”? Ora, o que me torna vulnerável a uma grande calamidade é o fato de eu me considerar o mesmo que meu corpo. No entanto, se eu não sou meu corpo, que calamidade poderia me atingir?

Dessa forma, somente o imperador de um Reino tão precioso para si quanto seu próprio interior é um Imperador de Si Mesmo. E somente quem reconhece em tal Reino o fluxo incessante do amor pode ser digno de governá-lo.

***

Todo mês traremos mais uma passagem do Tao Te Ching…


Tao Te Ching

(*) Nesta tradução exclusiva do Tao Te Ching a partir da tradução clássica de James Legge para o inglês, Rafael Arrais (autor do blog Textos para Reflexão) usa do auxílio precioso das interpretações do ocultista britânico Aleister Crowley e do filósofo brasileiro Murillo Nunes de Azevedo para compor uma visão moderna da antiga sabedoria de Lao Tse.

» Versão impressa

» eBook (Kindle)

» eBook (Kobo/Cultura)

» eBook (Saraiva)

#Tao

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo