top of page

Mapa Astral de Allan Kardec

Atualizado: 3 de mai. de 2022


Hippolyte Léon Denizard Rivail (Lyon, 3 de outubro de 1804 — Paris, 31 de março de 1869) foi educador, escritor e tradutor francês. Sob o pseudônimo de Allan Kardec, notabilizou-se como o codificador do espiritismo (neologismo por ele criado), também denominado de Doutrina Espírita.

É uma pena que o espiritismo esteja infectado de tal maneira pelos ex-católicos que acabam achando que astrologia é coisa do demônio ou que é horóscopo de jornal, pois o estudo sério da Astrologia ajudaria muito a confirmar a Reencarnação.


Fez os seus estudos na Escola de Pestalozzi, no Castelo de Zahringenem, em Yverdon-les-Bains, na Suíça (país protestante), tornando-se um dos seus mais distintos discípulos e ativo propagador de seu método, que tão grande influência teve na reforma do ensino na França e na Alemanha. Aos quatorze anos de idade já ensinava aos seus colegas menos adiantados, criando cursos gratuitos para os mesmos. Aos dezoito, bacharelou-se em Ciências e Letras.

Era membro de diversas sociedades, entre as quais da Academia Real de Arras, que, em concurso promovido em 1831, premiou-lhe uma memória com o tema "Qual o sistema de estudos mais de harmonia com as necessidades da época?".

Como pedagogo, o jovem Rivail dedicou-se à luta para uma maior democratização do ensino público. Entre 1835 e 1840, manteve em sua residência, à rua de Sèvres, cursos gratuitos de Química, Física, Anatomia comparada, Astronomia e outros. Nesse período, preocupado com a didática, criou um engenhoso método de ensinar a contar e um quadro mnemônico da História de França, visando facilitar ao estudante memorizar as datas dos acontecimentos de maior expressão e as descobertas de cada reinado do país.

As matérias que lecionou como pedagogo são: Química, Matemática, Astronomia, Física, Fisiologia, Retórica, Anatomia Comparada e Francês.


Mapa Astral

Com Sol, Lua, Mercúrio, Saturno e Urano em Libra, distribuídos entre a casa 12 e casa 1, O mapa de Kardec pode ser resumido em uma energia que entende o outro, no campo da espiritualidade e autoconhecimento. Segundo ana Lucia Vieira, "Kardec se destaca pela quantidade de planetas em Libra que teve: Sol, Lua, Mercúrio, Saturno e Urano. Todos esses planetas em Libra configuraram uma pessoa cautelosa, equilibrada e muito ponderada em suas observações. Kardec foi um pesquisador, mas antes de tudo uma pessoa com dotes estéticos e de muita elegância em sua manifestação pessoal. As pesquisas que efetuou não foram para causar revoluções em nada, simplesmente lhe inspiravam uma atitude ver coisas diferentes aparecendo na sociedade parisiense da época e que traziam dentro de si um contexto diferente da pura diversão que todos queriam dar a essas manifestações. Para um Libriano como ele, ordenar e classificar ponderadamente o que viu foi fácil e intenso, já que acabou dedicando sua vida a essa obra insana, no parecer de outros, mais racionais e colocados sob um prisma de crítica aos trabalhos espíritas que Kardec codificou".

Vênus em Leão na casa 11 indica sua facilidade em participar e organizar tantos grupos de amigos e colaboradores, essencial para o trabalho a qual se propôs. Kardec tinha a Vênus em Leão e assim provavelmente relacionava-se com pessoas bem vistas na sociedade; buscava impor brilho a suas idéias e pautava com orgulho e brio as descobertas que percebia

Marte em Câncer; Júpiter e Netuno em Escorpião indicam uma facilidade para lidar com poder e grandes projetos, o que o ajudaria a organizar os milhares de questionários, coordenar as respostas e codificar toda a ciência do contato com o Plano Astral da maneira que fez.

Plutão em Peixes indica um ponto crítico na espiritualidade humana, o que também o auxilia em sua missão e, finalmente, Caput Draconis em Capricórnio-Aquário (Cavaleiro de Espadas), aquele que domina todo um sistema de regras a tal ponto que se torna capaz transcendê-las.

274 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page