Força, Sabedoria e Beleza

Atualizado: 29 de abr.

Texto do irmão Carlos Raposo

Interpretações Filosóficas e Esotéricas dos Três Pilares (extrato)

Oswald Wirth, um dos maiores simbolistas franceses modernos, escreveu em sua obra “O Ideal Iniciático” que a edificação espiritual da Maçonaria repousa sobre as três Colunas simbólicas denominadas: Sabedoria, Força e Beleza.

A Sabedoria, diz ele, é a mãe das ideias geradoras das formas. É a inteligência que concebe o projeto da edificação, ordena o caos dos projetos confusos, representando-se com clareza a obra conforme ela deve ser realizada. Cria no espírito e determina as formas materiais destinadas à realização objetiva e, finalmente, traça o plano que será executado.

A Força é a fiel servidora da ideia que manda e dirige. Terminado o modelo invisível, a Força executa as concepções elaboradas dominando as energias rebeldes. Mas, para que a construção possa ser terminada satisfatoriamente, é indispensável que a Força obedeça docilmente às instruções da Sabedoria para que o trabalho resulte coordenado, sólido e prático.

A Beleza encarrega-se de tornar agradável, adornar e rematar o trabalho executado. É ela a Idealidade, a fada que embeleza a vida e a faz amar, apesar de suas misérias e de sua crueldade. (ASLAN, Nicola. “Estudos Maçônicos Sobre Simbolismo”, Editora Aurora, Rio de Janeiro: 1980; pp 144-145)

#Maçonaria

0 visualização0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo