top of page

Falsa Vidente rouba 55 mil em SC

Atualizado: 20 de abr. de 2022

Quando não são os religiosos ou os ateus ou os céticos ou os pseudo-céticos espinafrando e atacando, são os esquisotéricos, os charlatões e os estelionatários queimando o filme. Depois perguntam porque as ciências herméticas sérias permanecem ocultas dentro de ordens Iniciáticas…


FLORIANÓPOLIS – Investigadores da Polícia Civil de Xanxerê, no oeste de Santa Catarina, procuram por uma mulher que se apresenta como vidente, suspeita de aplicar um golpe de R$ 55 mil em um homem de 49 anos, na cidade. A vítima registrou boletim de ocorrência na quinta-feira. Em depoimento, o homem, que não teve o nome revelado, alegou que teria sido enganado pela mulher, que se identificava como “vidente Daniela”. Ela teria induzido a vítima a entregar-lhe o dinheiro para a realização de trabalhos espirituais. Os valores eram entregues em bolsas de pano, que eram costuradas (fechadas) e depois devolvidas ao homem. Segundo a polícia, a mulher teria trocado o dinheiro entregue pela vítima por papel.


Ainda na quinta-feira, policiais militares estiveram na residência onde a suspeita teria atendido o homem nas últimas semanas, mas o local estava abandonado. Os investigadores já têm informações sobre a identidade da suspeita, que não havia sido localizada até a manhã desta sexta-feira.


A vítima disse em depoimento que teria procurado a vidente depois de encontrar um panfleto em que ela oferecia serviços espirituais, há algumas semanas. Desde então, o homem passou a frequentar a residência da suposta estelionatária.


Na última terça-feira, dia 30 de junho, ele teria entregue R$ 30 mil à mulher. O uso do dinheiro fazia parte do trabalho espiritual, cujo objetivo não foi divulgado pela vítima. O valor foi entregue dentro de um saco de pano. Após a “benzedura”, a bolsa foi lacrada pela suposta vidente, por meio de costura, e devolvida ao homem. A vítima só deveria abrir o saco e voltar a utilizar o dinheiro em 24 horas, advertiu a mulher.


O homem foi então para casa com a bolsa. Antes que o prazo vencesse, a mulher teria telefonado para a vítima. Ela informou que teria previsto que um grave problema de saúde iria acometer a filha da vítima. Para evitar o problema, ele deveria levar mais dinheiro para um novo trabalho espiritual.


Ele então retornou à residência da vidente com um saco em que levava R$ 25 mil. A mulher costurou a bolsa e voltou a orientá-lo que só a abrisse no dia seguinte.

Quando voltou para casa, desconfiado, o homem resolveu conferir o que havia dentro dos sacos de pano, quando notou que havia sido enganado. No lugar do dinheiro, a mulher havia colocado papel-jornal – recortado em forma de cédulas.


5 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page