top of page

Curso de Tarot e História da Arte

Atualizado: 15 de mar. de 2022

Todas as imagens acima representam a figura do “Mago” no Tarot, ao longo de 600 anos de História, abordados em 15 dos principais decks conhecidos. O que elas têm em comum? o que possuem de diferente e por que motivo foram retratadas desta maneira? O que representam cada um dos símbolos destes Arcanos? Dias 21 e 22 de Janeiro acontece em São Paulo um dos cursos que eu mais gosto de ministrar, sobre tarot e seu estudo dentro da História da Arte e da Magia. Muita gente têm escrito emails pedindo mais detalhes sobre os cursos de Tarot do Teoria da Conspiração… Bem, em primeiro lugar, se vocês estão procurando um curso para aprender a “prever o futuro”, esqueçam; podem pular fora e procurar esses milhares de “tarólogos” que tem aos baldes por ai no orkut. O Tarot é uma ferramenta simbólica, magística e de auto-conhecimento nobre demais para ser usada apenas dessa maneira tão simplória. No curso de Arcanos Maiores, utilizo 15 tarots diferentes. Estudamos cada um dos 22 Caminhos da Árvore da Vida e sua correlação simbólica e imagética com cada Arcano do Tarot. Observe as figuras acima, do Mago. O que elas têm de semelhante? no que diferem? por quê? O que representam estes objetos? e as cores? O que eles quiseram dizer no momento histórico em que estavam?

Entendendo os símbolos utilizados no Tarot, compreendemos de uma maneira muito mais profunda a Kabbalah, a Astrologia e o próprio sistema de pensamento humano.

Começamos pelo Visconti-Sforza, do século XIII, que une a simbologia dos Trionfi renascentistas à estrutura da Árvore da Vida. Em seguida, o tradicional Tarot de Marselha (1560), Rider Waite (1909), Golden Dawn (duas versões), Tarot de Papus, Tarot Egípcio e Tarot de Thoth (Crowley), até os modernos Mitológicos e Cabalistas. Isto nos dá uma noção muito clara de como os Arcanos se desenvolveram ao longo da história da magia e da arte e quais são as principais escolas; suas diferenças e semelhanças.

Somente com esta visão de conjunto é possível compreender a magnitude do tarot e as maneiras como ele pode ser utilizado em rituais e no seu altar pessoal.

Claro que não poderia deixar de ensinar a fazer a leitura do Tarot tradicional, pelo método da Cruz Celta; mas normalmente quando se chega nessa parte do curso, a maioria dos alunos já percebeu que existem usos bem mais interessantes e poderosos do tarot do que apenas o de fazer leituras.

Para maiores informações acesse Cursos - Projeto Mayhem


6 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo
bottom of page