Breve relato sobre a seriedade

Atualizado: 30 de abr.


"Se um homem pudesse entender todo o horror que é a vida das pessoas comuns que estão girando em torno de um círculo de interesses insignificantes e objetivos insignificantes, se ele pudesse entender o que está perdendo, ele entenderia que só pode haver uma coisa que é séria para ele - escapar da lei geral, ser livre. O que pode ser sério para um homem na prisão condenado à pena de morte? Só uma coisa: Como salvar-se, como escapar: nada mais é sério ".

Tenho a teoria de que um dos avatares da era de aquário é a internet. Como ferramenta de comunicação e transmissão de conhecimento nada representa tão bem o espírito da Aeon quanto a grande rede. Com a ab-rogação dos rituais, ordálias e sinais, os mistérios foram horizontalizados e qualquer um com uma conta no occult.ez pode ter acesso ao material escrito de todos os graus de todas as ordens.

E sendo nosso maior poder nossa maior fraqueza, ao mesmo tempo em que todo conhecimento fica disponível o tempo todo, esse mesmo conhecimento não é levado "a sério". Não tendo sido provado, testado e diligentemente buscado o conhecimento, tendo-o recebido pelo único mérito de ter uma conexão de banda larga e como propósito da busca a mera curiosidade, o resultado é uma prática mágica que não é levada a sério.


Então o que é ser sério ? Seriedade é colocar um ideal acima de qualquer coisa, não se trata de deixar de fazer outras coisas, mas quando se leva algo a sério suas atividades quando não relacionadas diretamente ao propósito, deveriam sempre levar em conta o propósito. Como uma espécie de filtro de realidade, como isso serve ao meu propósito ? Como isso poderia serivr ao meu propósito que forma de fazer, de pensar, de agir me levará ao meu propósito ?

Existem níveis de seriedade, ela deveria ser absoluta, mas em geral a desenvolvemos aos poucos, é a seriedade que fornece o foco necessário para resultados efetivos. É possível ter resultados sem seriedade ? Eu acredito que não acredito que todo resultado sólido é fruto de um trabalho sério, ainda que de uma seriedade efêmera, de momento. É imprescindível portanto uma atitude séria em relação ao seu trabalho mágico e desenvolvimento, longe da seriedade que chance tem o homem de escapar da prisão ?

Tudo começa com a atitude mágica, levar magia a sério é saber que ela é algo que você É e não algo que se faz. Se você quer levar a sério o estudo do ocultismo, deve levar em conta que é um processo que se sobrepõe sobre suas atividades. Como Sócrates em Peaceful Warrior coloca de maneira excepcional: Você treina ginástica, eu treino tudo.

Adquirir seriedade não significa tornar-se uma pessoa sisuda ou desconectada, significa que em dado momento até sua descontração estará ligada ao propósito, seja ele qual for, dessa forma não desperdiçamos nem o tem e nem o espaço de D´us.

Sugiro que você leve a sério alguma coisa pequena, como um ritual de tomar água ou realizar uma meditação de um minuto acada uma hora, mas sugiro que você leve a sério e experimente a sensação que ela proporciona, a coerência e a força que só uma atitude séria podem trazer. Um amuleto pode ajudar nessa busca, algo que lembre a você constantemente de seu propósito. A princípio algo que você possa carregar sem medo de perder, como um anel ou corrente, quando se sentir pronto ou se quiser arriscar logo de cara, sugiro que pegue algo como uma runa a sua escolha e ande com ela sempre em sua mão. Perder a runa ou esquecer-se que ela está com você deixa claro o quão pouco a sério você esta levando, a lembrança constante reforçado pelo toque do objeto carregado de propósito pode lhe servir como uma poderosa ferramenta mágica para sua prática mágica.

Se os irmão quiserem podemos expandir o assunto na direção que desejarem dentro dos comentários.

Chay !

#hermetismo

9 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo