A Diferença entre Magia e Magia Negra

Atualizado: 30 de abr.



Por Adi.

Muitos acreditam que praticar magia está relacionado a criar efeitos mágicos como fazer chover, enriquecer, parar uma tempestade, ou seja, controlar os elementos da natureza, obter poder e controle até mesmo sobre outras pessoas, entre outras proezas. Por isso os ingênuos e iludidos e também os mal intencionados participam dos muitos grupos de magia espalhados pela net com o único intuito de tais proezas.

Depois da febre que o livro “O Segredo” causou por ter disseminado que tudo é possível de se criar nesse nosso universo material, e de que querer é poder, partindo do pressuposto de que se seguir determinadas fórmulas e práticas mágicas que eram de conhecimento dos bem sucedidos, sábios e ricos homens do passado, práticas essas que pertenciam à determinadas ordens herméticas e secretas, é indiscutível que muito do interesse na prática da magia atualmente, esteja voltado pra esses interesses materiais citados acima.

Uma das primeiras coisas que se ensina na prática da magia é como criar uma forma pensamento bem definida, associada com a vontade e com o sentimento, porque o quanto mais ela for definida muito maior a probabilidade dela se materializar. E nunca antes as pessoas gastaram tantos neurônios e tempo visualizando a “ferrari” na garagem e uma casa dos sonhos.

E só pra ficar claro, eu não estou dizendo que sonhar com essas coisas seja errado, ou que pensar em ganhar dinheiro e ficar rico seja errado também. Não é esse o sentido do post, mas é sobre a utilização da magia com esse intuito.

Ainda assim, já que a fórmula do “segredo” não é mais assim, digamos, o “segredo”, se hoje magia está disponível pra todos, porque ainda as dificuldades financeiras continuam as mesmas e também não se obteve poder mágico ?

É muito interessante que as pessoas falam que não existe magia negra, que existe “a magia”, e que pode ser usada pra tudo na vida, sem entender de fato o que é magia, sem compreensão nem do básico do principal fundamento da “magia” que é a imaginação e de como ela realmente funciona e porque funciona.

Notamos como determinados conhecimentos foram distorcidos ao ponto de se adequarem as intenções pessoais de cada um, e o fundamento principal se perdeu há muito, muito tempo. Os novos estudantes começam a praticar magia e acham que já vão direto às evocações da goetia, pensam que já vão direto aos poderes dos elementos, e sequer tem capacidade de realizar o ritual do pilar do meio, nem sequer fazem invocação ao Deus interior como suporte e proteção. E ainda se gabam de que “magia funciona mesmo sem o fundamento espiritual”. Balela.

Essas pessoas, iludidas, estão praticando magia negra sim, sem se darem conta do porque há essa diferença, ou onde está essa diferença. Em seus anseios pela busca de sucesso, poder, controle e dinheiro, não se importam de onde vem ou de onde são retirados as energias criadoras que irão concretizar ou materializar o “sonho”. E para não assumirem responsabilidades, alegam que magia é magia e que não existe magia negra ou magia branca.

Existe diferença sim, e eis o porque dessa diferença, que considero muito importante ser do conhecimento, caso o estudante sério não queira assimilar mais karma ou se envolver ainda mais nas teias da ilusão.

O fundamento principal da magia, é a Divina Imaginação que brota/emergi da “FONTE” infinita da VIDA. Ela é água da vida, o Si-mesmo, o Deus interior e está disponível pra todos, é também a própria vida manifesta e tudo o que existe. Mas essa fonte de poder só atua na vida de cada indivíduo de forma inconsciente e, muito, muito limitada e distorcida. Na maioria dos indivíduos os principais chacras e os canais, ou nadis espalhados pelo corpo estão praticamente fechados, se encontram bloqueados por formas pensamento distorcidas e limitadas, adquiridas de vidas passadas e germinando de acordo com nossa cultura, família, etc. Nem preciso dizer que se trata do tão mal afamado “ego”. Lógico que ele se “mantém” e sobrevive da “estrangulação e limitação” do fluir incessante da “Fonte”, pois este fluir destruiria o ego. Claro que também já sabemos que até um certo ponto do desenvolvimento isso se faz totalmente necessário para o fortalecimento da consciência.

O problema com relação à pratica da magia ocorre quando, ao invés do indivíduo se utilizar da magia pra desfazer esses bloqueios, que são as formas pensamentos limitantes, se utiliza da magia pra adquirir poderes que reforçam ainda mais os laços do ego. Nem preciso dizer que magia pra satisfazer os desejos do ego é magia negra sim.

O ego pensa que pode controlar a força divina através da magia e utilizá-la ao seu bel prazer, e o grande engano dos estudantes é confundir a Verdadeira Vontade descrita por Crowley, com a pequena vontade e desejo do ego.

O que se adquire baseado na pequena “vontade do ego” ou do “eu”, se cria/adquire à partir de um poder que o ego não tem. Se cria à partir da energia que já está manifestada e materializada na vida, se cria à partir das energias astrais da esfera de maya, dos planos das personalidades humanas, daquilo que já está manifesto, e nesse sentido é “usurpar” poderes já existentes, porque de um modo geral, quando o indivíduo cria uma forma pensamento, mas ainda este não tem um canal de comunicação aberto com a energias primordiais, ou o Si-mesmo, estas formas pensamento desconectadas da FONTE, carecem da energia primordial infinita, e usurpam seu poder do que já está manifestado e criado.

E esse é o motivo e unica razão de se criar cascas à partir de cascas, de “usurpar” poderes já estabelecidos, e se chama “usurpar” sim, porque se faz em nome de algo (ego/eu) que não tem poder por si próprio. É criar a partir do que já está criado, é destampar um buraco pra tampar outro. E nesse sentido é magia negra, se emaranhar muito mais na ilusão sem buscar o essencial, é lutar contra a natureza, é um preço muito alto a pagar, usar de força e lutar contra os princípios, é sem moral. É a mesma ação dos governos, das grandes corporações e de todo o sistema de aprisionamento, no sentido que o poder que eles têm é usurpado do povo, e de tudo o que existe. Aqueles que não tem energia ou poder próprios sugam a energia e o poder dos outros.

Por isso, o melhor sempre mesmo é usar do tempo que temos disponível e de nossas energias pra praticar a magia com a unica intenção do nosso aprimoramento pessoal, do auto conhecimento e da busca da condição espiritual. A transformação pessoal do chumbo em ouro divino é a maior magia que pode existir e também o seu real propósito.

#MagiaPrática

12 visualizações0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo